20171020-LUIZ-ALBERTO-CÉ

Luiz Alberto Cé, 66 anos, nasceu em Rio do Sul. O pai trabalhava nos Correios e a mãe era dona de casa. Tem cinco irmãos. Estudou nas escolas Paulo Zimmermann e Henrique Fontes. Na infância soltava pandorga, jogava clica e subia em árvores. Na juventude, frequentava as aulas do curso Normal à noite e trabalhava no supermercado do Sesi. Concluído o curso Luiz veio para Blumenau trabalhar na Magna Marketing e Propaganda. Era 1974 e ele alugava um quarto numa casa da Alameda Rio Branco. Passava diariamente em frente ao Cine Busch e assistia a todos os filmes. Depois foi para a Scriba, outra agência da cidade. Foi nesse período que ele fez os primeiros traços do Vovô Chopão, personagem que criou para interagir com o turista que vinha a Blumenau comprar malha, cristal e porcelana. Emplacou uma tirinha semanal no jornal O Estado e usava o personagem no material de divulgação da cidade. Em 1980 ele saiu da Scriba e entrou como sócio na agência Clarin. Três anos mais tarde veio o convite para fazer o Jornal da Criança, que foi encartado no Jornal de Santa Catarina por 13 anos. Vovô Chopão era o personagem principal da publicação. Em 1984 o velhinho foi usado no material de divulgação da primeira edição da Oktoberfest. Por nove anos o cartaz da festa trouxe estampado o personagem com o caneco de chope na mão. Em 1996, como o fim do Jornal da Criança, Cé se dedicou a agência que havia criado, a Melhor Propaganda, e à empresa que criou para as ações do Vovô Chopão, a Luiz Cé Produções. Nos últimos anos tem investido em cartilhas educativas para crianças. Hoje ele mora na Rua Brusque com a esposa, mas já passou pelos bairros Ribeirão Fresco e Vila Nova. Cé se casou três anos depois de chegar em Blumenau. Conheceu a esposa num show do cantor Ivan Lins no Galegão. Eles têm um filho e um neto. Nas horas vagas ele gosta de desenhar e passar alguns dias na casa de Navegantes, mas a violência tem desestimulado o casal. O Vovô Chopão se fez presente em todas as edições da Oktoberfest. Tem lugar certo nos desfiles e nas fotos dos visitantes. No futuro quer continuar a investir nas cartilhas e criar um museu virtual do Vovô Chopão.

Data da foto e entrevista: 20 de outubro de 2017
Ouça a voz de Luiz abaixo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s